Importância do Mandarim

Por que aprender mandarim?

Em 1989, o Prêmio Nobel recompensou o doutor José Camilo Cela pelo que ele disse publicamente em relação ao nosso futuro. Os idiomas inglês, mandarim, espanhol e árabe serão as principais línguas no mundo; e um famoso lingüista holandês Windson Lei disse que cem anos depois, o inglês, o mandarim e espanhol serão os únicos a serem mais utilizados no mundo.

A razão pela qual precisamos aprender mais línguas está no fato de podermos assimilar o conhecimento de uma cultura diferente, de modo que tenhamos mais capacidade de desfrutar de nossas vidas. Antes de você aprender uma língua, você deve compreender a cultura dela e seu respectivo arsenal lingüístico. A língua chinesa normalmente é denominada “mandarim”, porque foi a língua oficial na Dinastia Chin. Os ideogramas chineses são constituídos por seis formas:

1) Pictografia, também conhecida como “forma na natureza”, por exemplo, ?” (boca) era escrita assim: “ ”.

2) Conhecimento pela visão ideográfica, já que entender seu significado implica em captar os objetos abstratos e invisíveis, por exemplo, “ ”(base) que possui raiz sob o chão, significa “base”.

3) Ideografia, que consiste na combinação de duas palavras para formar um único significado. Por exemplo, “?” (amigo), cujo desenho “ ”quer dizer “duas mãos juntas”, isto é, significando cooperação.

4) Extensão figurativa. Com os mesmos radicais ou sons podem-se gerar sentidos distintos. Por exemplo, “ ”, e “ ” têm o mesmo radical “ ”, mas ambos têm sentidos diferentes.

5) Fonética determinativa. Quando uma palavra possui uma parte derivada da pictografia e a outra parte formada pelo som, por exemplo “ ” (rio). A palavra tem uma parte “ ? ”que quer dizer “água” e “ ? ” que determina o som fonético “ke”.

6) Construção de uma palavra nova. Por exemplo, um caracter sob uma categoria é usada com o sentido que foi emprestado de um outro som. A palavra “ ” cujo sentido original é cereal “ ”, depois foi transformada em “ ” (ir e vir).

Como sabemos, a população chinesa é composta pelos Han, Maan (também chamada Maan Chu), Meeng (Mongol), Hwei, Tzang (também chamada Tibet), Miau. Todos juntos formam um único país. O povo Maan adora cultura chinesa, entrou no território chinês pelo castelo Shanghai, no extremo oriental da Grande Muralha e construiu a dinastia Chin ao longo de 267 anos (1644-1911). O fundador Cheng Ji Shi da dinastia Yuan veio da Mongólia e entrou no território chinês para conquistar o império Song ao longo de 289 anos (1279-1368). Durante a dinastia Han, o povo Huns (também conhecido como húngaro) entrou na China duas vezes, a primeira na Dinastia Chiao durante 25 anos (304-329) e a segunda na Dinastia Liang ao longo de 38 anos, num total de 63 anos.

Por isso, o povo Huns também ama profundamente e respeita intensamente a cultura chinesa. A história chinesa é extensa no tempo chegando a quase 6000 anos. Sua cultura é profunda e ampla. Oculta um tesouro humano valioso e ilimitado no mundo.

Em todo caso, o aprendizado de mais línguas e culturas sempre é muito importante para a ampliação do conhecimento e do campo de visão em nossas vidas. Além do inglês, atualmente, o mandarim é mais útil para nossas transações econômicas. Se deseja aprendê-lo, esperamos que possamos ajudá-lo na sua realização.

“Não há espaço para hesitação,

hesitação impede sucesso”.

Postado sob Cultura Tradicional Chinesa