Como funciona a língua chinesa

Como se estrutura a língua chinesa

Diferentemente da maior parte dos idiomas modernos, o chinês não possui um alfabeto fonético. Ao invés disso, o chinês lança mão de “ideogramas”, a que em geral se refere como “caracteres”. Eles denotam objetos, ações e idéias abstratas e contam apenas com uma parca indicação de como devem ser pronunciadas. A menos que você possa aprender rapidamente a diferenciar cerca de 5000 garatujas, seria melhor que você confiasse nas diversas traduções inglesas (ou romanizações pinyin) de letreiros e cardápios.

Por outro lado, se fizermos uma comparação entre a língua chinesa e as línguas da família romana, notamos claramente que o chinês tem certas facilidades. Por exemplo, a maioria absoluta das palavras chinesas são monossilábicas e bissilábicas, o verbo não tem mudanças de conjugação do tempo e do modo, o substantivo não tem as variações de gênero e de número.

O chinês é uma língua tonal e as línguas romanas (inglês, francês) são atonais. O tom ou a curva da entoação pode alterar completamente uma denotação de um sílaba. Por exemplo, o som “ma” é representado por vários caracteres chineses diferentes. Pronunciado no primeiro tom, pode significar “mãe”. No segundo tom (“má”), pode significar “dormente”. No terceiro tom (“m?”), é cavalo. E no quarto (“mà”), significa xingar. Portanto o tom é uma característica própria do chinês.

O chinês tem um número limitado de sílabas. Com as 21 consoantes iniciais e as 38 vogais finais, pode-se combinar 853 sílabas. O número de 853 é relativamente pequeno. Na realidade, se usa praticamente 417 sílabas. O chinês, língua mais antiga e rica do mundo, se apóia nessas 417 sílabas para fazer a comunicação e expressar seus sentimentos e pensamentos. O chinês tem quatro tons. Se somar aos quatro tons o tom “neutro”, teremos no total 1200 sílabas. A quantidade de morfemas mais usados (caracteres chineses na maioria do caso) são mais ou menos 10.000. Um falante médio domina aproximadamente 5.000 caracteres.

Etimologicamente, o chinês tem as seguintes seis categorias da formação dos caracteres.

A. Palavras gráficas ?(sol) e ?(lua).

B. Ideogramas complexos que se formam combinando elementos, cada um com seu próprio sentido, para criar um novo significado. Ex.: ? = ?(sol) + ?(lua), que significa claridade.

C. Caracteres que se explicam por si mesmo. Ex.: ? (acima) e ? (abaixo)

D. Caracteres pictóricos de dois componentes em que um dá a idéia e o outro, o som. ?(mà) que é dois ? = ideograma “boca” + ?(ma3) –> xingar. Para xingar, necessitamos da boca, por isso, o ideograma “boca” é uma parte essencial ao ideograma “xingar”.

E. Caracteres sinônimos ?(velho) ?(idade avançada)

F. Fonética carregada de caracteres adotados para representar os homófonos. Ex.: ?(zhou) que significa circumferência ou semana, dependendo do contexto.

Palavra interessante:

? = ?(pessoa) + ?(pessoa) + ?(terra) ==; duas pessoas sentadas sobre o chão. Por isso, o ideograma “?” quer dizer “sentar”.

Postado sob Cultura Tradicional Chinesa

Curso de chinês mandarim básico de Setembro- Promoção

Nova turma de Setembro Básico I

Aulas no dia de semana: Segunda+Quarta (19:30 ~ 21:00)

Vagas limitadas.

Aula aos sábados:14:00 ~ 16:00

Traga um amigo para fazer o curso e ganhe um desconto de 20% na sua primeira mensalidade.

Temos também aula particular com preço promocional.

Postado sob Destaques e Promoções

Curso de chinês avançado

Avançado I

Após o intermediário, o aluno aperfeiçoará suas habilidades linguísticas e ampliará seu conhecimento da cultura chinesa e de seus costumes simultaneamente. Então, percorreremos 10 lições do Volume 3 de nossa apostila.

Avançado II

O curso continua com o mesmo material do Avançado I, terminando as 10 lições restantes. O conteúdo pedagógico varia bastante, incluindo elementos da cultura chinesa como teatro tradicional, filologia, medicina, ciência, consumo, economia, política etc.

Avançado III

O Avançado III tem como objetivo desenvolver no aluno a leitura de textos mais longos, complexos e elaborados, por exemplo, artigos de jornal e revista. Nossa apostila do Avançado III consiste em lições que melhoram a capacidade de leitura, exigindo um amplo conhecimento dos ideogramas chineses e das estruturas frasais.

Postado sob Curso avançado

Curso de chinês intermediário

Intermediário I

Faremos as 14 lições do Volume 2 (parte 1) da nossa apostila. Intermediário I dá mais ênfase aos diálogos que se referem mais às atividades universitárias e hobbies associados, de modo que os estudantes sejam capazes de usar o chinês para dialogar sobre vários assuntos.

Intermediário II

Faremos as primeiras 14 lições de nossa apostila Volume 2 (parte 2), que contém no total 28 lições. Nessa fase, além de conhecer mais ideogramas, o aluno poderá aprofundar informações da história, da geografia, da sociedade e de seus costumes, para conhecer diferenças entre a cultura chinesa e não-chinesa.

Intermediário III

Nessa última fase do intermediário, completaremos Volume 2 (parte 2), realizando as 14 lições restantes. No final do processo de aprendizagem, os alunos terão aprendido aproximadamente 900 ideogramas chineses e mais de 1800 palavras formadas e mais de 250 formas de sentença-padrão.

Concluído o nível Intermediário, o aluno terá uma base bem estruturada do mandarim chinês para ler textos mais elaborados como histórias, pequenos trechos de revistas e jornais, e também escrever redações, cartas, dissertações argumentativas etc.

Postado sob Curso intermediário

Curso de chinês básico

Baseamos o nosso curso de mandarim chinês no material didático utilizado pelo Mandarin Training Center, instituição reconhecida pela República da China dedicada ao ensino da língua chinesa como segunda língua. Desde 1956, ela vem se tornando a instituição mais reconhecida no mundo. Todos os níveis do idioma chinês e da cultura são ensinados por meio desse material.

Cursos

Básico I

É constituído inicialmente pelo estudo completo da fonética PinYin. Em seguida, pelas lições do Volume 1 da nossa apostila. Nessa fase, o aluno se dedicará à distinção dos sons fonéticos e também começará a reconhecer os ideogramas fundamentais em conversações cotidianas.

Básico II

Continuamos com as lições do Volume 1. Desenvolvemos com os alunos a habilidade de construir diálogos cada vez mais elaborados, utilizando uma quantidade maior de ideogramas. Nessa fase, o aluno reconhecerá mais ideogramas, escrevendo, lendo e ouvindo através das lições e das atividades em sala de aula.

Básico III

Nessa fase, completando o Volume 1 da nossa apostila, o aluno compreenderá as estruturas da língua chinesa, aumentando sua capacidade de fala, escrita e leitura. Conhecerá mais ideogramas novos, incluindo os que ele já conhece, através das lições e exercícios feitos em sala de aula, de modo que poderá falar, ouvir, ler e escrever com esse repertório significativo de ideogramas.

Durante esse processo, com auxílio de textos, vídeos, e lições complementares, o aluno terá contato com a literatura e a cultura chinesa além de estar-se habilitando a falar chinês em situações importantes.

Sobre o material do nível Básico (I, II, III):

Básico I é destinado para aqueles que não tem conhecimento básico da língua chinesa. Há 25 lições. Cada lição contêm dois trechos de conversação. A prática da sintaxe e da combinação dos ideogramas também desempenham um importante papel neste livro. Estudantes que usam esse livro podem adquirir abilidades do chinês moderno, desde ouvir e falar até escrever e ler.

O conteúdo da conversação varia bastante, incluindo cumprimentos, auto-apresentação, compras, entretenimento, viagem, diálogos sobre clima, esportes e mais. Todos textos são articulados na fonética de PinYin. Traduções em ingles também são dadas para referência.

As aulas são enriquecidas com o uso audio, vídeo e computadores (animação interativa).

Após completar esse volume, o aluno terá aprendido aproximadamente 615 ideogramas chineses, 890 palavras formadas e 90 formas de sentenças.

Postado sob Curso básico, Destaques e Promoções